6 cervejas imperdíveis para barbudos

Poucas coisas estão tão associadas ao universo masculino quanto a barba. Porém, outro interesse pessoal meu ocupa um lugar de destaque no universo de muitos homens (e mulheres também): a cerveja. Seja como elemento fundamental da descontração com os amigos, para acompanhar um bom prato ou simplesmente para relaxar depois de um longo dia de trabalho. Nos últimos anos, porém, a oferta de diferentes estilos, rótulos e origens cervejeiras cresceu absurdamente para a alegria do barbudo aqui. Como resultado ficou um pouco mais difícil – e divertido – escolher uma cerveja diferente para experimentar.

Pensando nisso reunimos algumas cervejas que tem tudo a ver com barba, seja por seu nome, rótulo, ou até mesmo ingredientes. Uma desculpa pra falar de cervejas que gosto e, quem sabe, iniciar mais adeptos no universo das cervejas artesanais e especiais.

Karavelle Barba Negra

karavelle_barba_negra

foto: www.brejas.com.br

A Karavelle é uma cervejaria paulistana e por coincidência do destino tem um brew bar bem perto de casa. Mesmo que a minha barba esteja mais pro cinza do que pro preto absoluto, confesso que me identifico com o pirata que ilustra esse rótulo. Uma Schwarzbier, que como manda o estilo tem notas de malte torrado e um leve sabor de café. O nome já indica a cor: servida no pint é difícil enxergar através do líquido escuro de espuma bege. Apesar da cor e do estilo, ela é refrescante e é excelente para regar um bom papo no bar da cervejaria.

Bucanero Fuerte

bucanero

foto: global.rakuten.com

Mais uma cerveja relacionado ao mundo náutico. Porém essa tem um sotaque caribenho. A Bucanero é um dos principais rótulos de Cuba e é uma excelente companhia para um dia de verão. Ela te transportará, pelo menos mentalmente, para a ilha de Fidel na companhia do marujo de barba rala que ilustra o rótulo. Uma cerveja refrescante, bem próxima das tradicionais Lagers que encontramos no Brasil. Passou a ser importada recentemente pela Ambev, então é relativamente fácil de achar. Uma desculpa para provar uma marca diferente, mesmo que que a proposta e o sabor sejam parecidos com o que a maioria está acostumado a tomar num boteco.

The Wallace

the_wallace

foto: www.onile.com.br

Esse cerveja da Paulista Dogma é do estilo Scottish Ale. Quem assistiu Coração valente vai lembrar de William Wallace, que aqui ilustra o rótulo em sua versão barbada. Também conhecido como Wee Heavy esse estilo está bem representado, com aromas de caramelo e frutas secas, de sabor adocicado, corpo alto e fermentada com fermento tradicional escocês, resultando assim em uma cerveja agradável e complexa. A Dogma é uma cervejaria cigana, ou seja não possui fábrica própria e usa as instalações de outras cervejarias. Todos os rótulos lançados tem sido muito bem recebidos e a cervejaria for eleita recentemente a melhor do Brasil pelo site americano RateBeer.

Five O´Clock Shadow

five oclock

foto: www.beergonzo.co.uk

Traduzindo ao pé da letra, Five O´Clock Shadow é a sombra das cinco horas. Mas a expressão tem um sentido mais específico: é a barba que começa a aparecer no rosto de um trabalhador no fim do dia de trabalho (que em teoria é as 5 horas). Essa cerveja é um tributo da cervejaria Inglesa Weird Beard para esse momento do dia, a hora de abrir a primeira cerveja. Uma American IPA como deve ser. Bastante lupulada e consequentemente amarga, cítrica e refrescante. Esse rótulo não vem muito para o Brasil, mas se encontrar nas andanças pelo mundo, prove!

La Chouffe

chouffe

foto: www.todovino.com.br

Uma das cervejarias mais emblemáticas da Bélgica (nação cervejeira mor!), a Brouwerij Achouffe  tem como símbolo e tema de seus rótulos um gnomo. De barba branca comprida, o amigável ser mitológico sorri para os que se aventuram a despejar o líquido dourado num cálice e observar a o creme branco e denso se formando. Tão branco quanto a barba do gnomo! Essa Belgian Strong ale tem 8% de álcool e um sabor levemente adocicado, um pouco licoroso e com notas de coentro e cítricos. Excelente cerveja que te transportará para longe… só cuidado pra não tomar muitas, se não corre o risco de começar a ver gnomos. A cervejaria possui outros rótulos, sempre decorados com o pitoresco personagem e é comum encontra-los em supermercados e lojas especializadas. Se puder prove todos!

Rogue Beard Beer

_DSC5026

Ok, até agora as sugestões estavam remotamente associadas com a barba. Não é o que acontece com essa aqui, a verdadeira razão por trás desse post. A Rogue é uma cervejaria de Portland, Oregon, famosas por suas receitas extremas e únicas. Para alguns essa aqui passou dos limites. Um dos ingredientes fundamentais de uma cerveja são as leveduras, responsáveis pela fermentação de uma cerveja. E sabe onde é possível encontrar um tipo único de leveduras: NA BARBA. Isso mesmo, essa breja é feita com leveduras tiradas da barba do mestre cervejeiro John Maier. Confesso que torci o nariz pra ideia inicialmente, mas cervejas com leveduras selvagens existem a séculos e a ideia era muito boa pra não experimentar. Essa cerveja, que é classificada como Wild Beer devido as leveduras, tem sabor similar às Golden Ales Belgas, porém com menos álcool e um pouco mais de acidez, com um leve sabor de abacaxi. Mesmo que não goste da cerveja, vale a história! Dá pra achar esse rótulo em muitas lojas e sites especializados. Se tiver algum cervejeiro caseiro disposto a usar a minha barba pra uma cerveja, estou aberto à ideia!

Independente dessas sugestões o importante é experimentar e encontrar estilos e sabores que te agradem!

E você? Já foi iniciado no universo das cervejas especiais? Tem algum rótulo que acha que combina com o life style de um barbado? Deixe um comentário nos contando!

Texto e foto por: João Caetano Almeida 

You may also like...

7 Responses

  1. Caio Sathler disse:

    Fala pessoal do blog!

    Minha sugestão é a ótima Baltika nº6, uma Porter de sabor forte, com notas amadeiradas e de café e que tem um aroma que acompanha os gostos, fazendo a experiência algo completo.

    E nada como uma cervejaria russa para logo associarmos os Nórdicos, Balcãs, Vikings… Todos sinônimos de Barbas poderosas!

    Um abraço e sigam com o ótimo trabalho

  2. christian disse:

    Não possuo essas generosas barbas, mas curto cerveja de verdade. Ainda não provei essas descritas aí, pretendo degusta-las. Vi que a pegada são as escutar e fortes, deixo como sugestão a Dama Bier Stout. Produzida com três diferentes maltes e dois tipos de lúpulo cuidadosamente selecionados para proporcionar uma sensação complexa e agradável na boca. Encorpada e de cor escura, o amargor do lúpulo e a torrefação do malte deixam o produto com sabor suave de uma mistura de café, chocolate e caramelo.

  3. Rodrigo Garcia Garini disse:

    Uma outra delícia da dogma é a imperial porter com sabor e aroma sensacional de café, experimente Daniel se ainda não o fez, pois é sensacional!
    Como sempre leio tudo que gosto nesse blog. Além de ter estudado todos os assuntos sobre barba pra definir minhas compras de produtos para barba (meu principal objetivo e oq me trouxe até o blog), de brinde encontrei outros muitos assuntos que amo. Parabéns pelos posts, todos sensacionais!!!
    Agora estou ensaiando minha primeira ida à uma barbearia, agora q minha barba já cresceu um pouco…rs

    • blogdabarba blogdabarba disse:

      Oi Rodrigo, que bom que está gostando do Blog!! Pare de ensaiar e vá a barbearia! Verá que é bem diferente de fazer em casa! Depois não vai conseguir parar de ir…rs. Abraço!

      • Rodrigo Garcia Garini disse:

        Vou sim, já pesquisei uma próximo aonde moro, uma 4Share que fica na Granja Viaja em Cotia. Como vi uma 4Share nos seus posts parece ser bem boa, vou lá no fim de semana.
        Senti falta de uma coisa no blog Daniel, algo sobre navalhas, navalhetes e afins… Você usa algo assim ou o atual e prático aparelho de barbear?…rsrs Abraço!

        • blogdabarba blogdabarba disse:

          Fala Rodrigo!
          Atualmente faço apenas o contorno com gilete mesmo! Mas a navalha é uma ótima opção para quem tem prática..
          Abraço!

  4. rafael aquatti disse:

    ola boa noite meu caro amigo estou sempre vendo os videos no canal e gostaria de falar sobre o bar mais nash aki da minha cidade na verdade é um pub que chama vig vatten la vc encontra chop artesanal feito pelo mestre cervejeiro glycon e ta,mbem no proprio pub temos a sede do motoclube abutres interior se caso estiver passando por catanduva vale a pena ir na quinta dos motres onde o bar é aberto aos amantes do motociclismo com o famoso churasco um bom papo e claro muito rock n rolll ok

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *