Barbearia Cartola: vivemos uma experiência muito bacana

Visitamos a primeira unidade da Barbearia Cartola na cidade de São Paulo, que fica no bairro Moema, um bairro que gosto muito por ter várias coisas bacanas: de restaurantes simples aos sofisticados, bares, sorveterias e empórios, sem falar que é um bairro bastante arborizado. Eu estava aguardando ansioso pela abertura desta unidade, pois eu já ouvia bastante das unidades do interior de São Paulo: Campinas, Vinhedo e Indaiatuba.

A experiência que vivi na Cartola foi fazer a barba e ajeitar o “pé” do cabelo pra ir impecável ao casamento de um amigo de infância (é engraçado o quanto as pessoas comentam quando a barba está recém-feita). Nessa barbearia, os caras não entendem apenas de barba, cabelo e bigode, mas também de cerveja artesanal, de chopp e de carros antigos.

Vamos às nossas impressões, vamos?

IMG_2808

Sinuca e cerveja gelada

IMG_2821

A barbearia é bem espaçosa e tudo parece funcionar de maneira organizada, ao entrar somos recebidos por uma mesa se sinuca emoldurada pela carroceria de um carro antigo. Próximo à mesa de sinuca: o bar! A choppeira gelada exibe 3 rótulos com o emblema da Cartola, isso mesmo, os caras fizeram parceria com uma cervejaria que produz para eles, são três tipos: Trigo, IPA (indian pale ale) e Pilsen, como sei que você não vai a uma barbearia apenas para fazer a barba, comece o seu presente com uma degustação desses chopps.

IMG_2862

IMG_2895

IMG_3038

Pra quem gosta de cerveja artesanal, gourmet ou qualquer outro nome, este lugar é uma atração também para isso. São mais de 50 rótulos selecionados de cervejas brasileiras, belgas, americanas, francesas e etc. Ah! Os responsáveis do bar receberam treinamento de sommeliers pra tornar o bate-papo da espera mais bacana.

Além de cervejas, tem um PS4 para o seu “filho” (mas eles não vão achar ruim se você jogar também rs). Porém normalmente, confessaram, a TV do bar não tem tanto espaço para o video game, sendo mais requisitada pelos jogos de futebol, tênis, rugby, etc.

Decoração do lugar

IMG_2852

O local é muito iluminado, graças à sua vitrine na entrada, de onde é possível ver a mesa de sinuca vermelha que descrevi acima. O piso é inteiro de xadrez preto e branco. Suas paredes brancas recebem quadros antigos e peças de carros (eles gostam muito de carro e fazem questão de mostrar isso; fica muito legal, acreditem). Mas eu preciso falar novamente das cervejas, pois uma prateleira recheada com vários rótulos é um senhor item de decoração, concordam?

IMG_2780

As bancadas dos barbeiros são organizadas e não esbanjam luxo, mas praticidade e limpeza. Aliás, eles não fazem questão de luxo, a não ser nas cadeiras, que são pomposas e cheias de detalhes. No geral, a decoração me agradou bastante, sem ostentação, bem iluminada e muito espaçosa. Achei aconchegante. A idéia foi reconstruir uma barbearia tradicional da década de 70.

A barba: a hora da verdade

A minha barba foi feita pelo Mestre Cardoso (instagram @barbeirocardoso), um barbeiro especial por ter mais de 7 anos de experiência e já ter trabalhado com isso, inclusive, em outros países.

img_29652.jpg

Conversamos bastante, o cara é bom de papo, super humilde e faz questão de entender o cliente. Aliás, conversando com o Cardoso e com os sócios da barbearia, entendi que os outros barbeiros também estão treinados para qualquer tipo de barba e cabelo, mas vamos falar da experiência que tive com o Cardoso. Vou organizar a experiência em 6 passos, combinado?

Passo 1 – Escova de sapateiro para encontrar imperfeições

Depois de entender o que eu queria com a minha barba, o Cardoso começou escovando a minha barba com uma escova de sapateiro para entender o formato real da minha barba e buscar falhas. Ele disse que antigamente, alguns barbeiros portugueses usavam também escovas de limpar chapéu.

IMG_2938

Passo 2 – máquina de acabamento para desenhar a barba

Depois de escovar, ele retirou as imperfeições com uma máquina, garantindo também o contorno da barba. Lembram que eu tenho deixado o queixo quadrado? O @barbeirocardoso concordou que fica legal para o meu formato de rosto.

IMG_2958

Passo 3 – Talco para tirar a barba do pescoço e bochecha

O passo seguinte foi passar talco no pescoço e na bochecha para poder passar uma máquina “shave” da marca Andis (foto abaixo) para retirar o excesso, antes de usar a navalha. Assim, espalhou bem o talco e usou uma maquininha engraçada, gringa. Mas que funcionava muito bem, cortou tão rente que parecia ter usado uma lamina de barbear bem de leve.

img_3020.jpg

img_3016

Passo 4 – Produtos para relaxar a pele

Depois de retirar o excesso com a maquininha, ele aplicou um creme utilizando uma bisnaga. Ele disse que gosta de usar a bisnaga por facilitar aplicar a quantidade exata desse creme que tem a função de pré-barba. E é ele mesmo quem o faz a partir de um óleo a base de amêndoas, para hidratar e remover resíduos, e de um óleo com substrato de aloe vera, para relaxar.

IMG_3041

Passo 5 – A toalha quente e a primeira passada de navalha

A hora da toalha quente chegou e eu adoro este momento, sou capaz de dormir em 1 minuto desse jeito. Eles usam uma solução de Vick, fica bem legal. Na sequência da toalha ele dá a primeira passada da navalha.

IMG_3033

Passa mais uma vez o creme da bisnaga e por cima, sem retirar o creme, aplica a toalha.

Neste momento ele deu uma aula de como aplicar a toalha, fazendo um “c” invertido com a mão para pressionar a toalha, aumentando a área de pressão da toalha e ajudando a abrir todos os poros. Feito isto, ele passou a lâmina novamente, mas no sentido contrário, somente agora pois a pele já está mais relaxada depois dos cremes e das duas toalhas quentes.

IMG_3059

Barba quase pronta. O Cardoso finaliza com a tesoura pequenas imperfeições e pronto!

Passo 6 – Óleos para relaxar a pele e hidratar a barba

Momentos finais: relaxar de vez e hidratar. Para isso passa óleo com extrato de aloe vera (um dos usados para compor o creme pré-barba) e, na sequência, ele passa uma toalha gelada, retirando o excesso de óleo e ajudando a fechar os poros. Depois da toalha ele aplicou ainda, uma loção pós barba.

Na barba ele aplicou uma quantidade generosa de óleo (chegando a usar uma ampola dependendo do tamanho da barba) para hidratar bem. Ficou um pouco brilhante, tem gente que não gosta disso, mas o resultado de hidratação foi realmente bom, além de ter ficado perfumada. Por cima do óleo ele aplicou um balm para modelar melhor a barba e ficou muito bom.

img_3074

Voltarei Dr. Cardoso, pode esperar. Grande abraço à toda a equipe da Barbearia Cartola.

img_3065.jpg

Espero que tenham gostado e conseguido imaginar a experiência a partir deste texto.

Por favor, comentem! Indiquem novas barbearias!

Grande abraço,

Equipe @blogdabarba

Informações sobre a barbearia:
 http://www.barbeariacartola.com.br/
Telefone: (11) 2589-3967
Endereço visitado: Unidade Moema – São Paulo:
Av. dos Rouxinóis 639, Moema

You may also like...

6 Responses

  1. BARBEARIA Zé Alves disse:

    Muito bom esse passo a passo …..perfeito!!!

  2. Fernando Pires disse:

    Barbearia Cartola !!! Nota 10 !! Excellence atendimento ambiente descontraido e bem agradavel para homens . Muita cerveja !!!! E fora a resenha que os donos vivem tendo com seus clientes!! Voltage I Mais vezes

  3. Raphael disse:

    Muito bom!!!

  4. Wemerson disse:

    Muito bom. Estou sem barba, mas agora fiquei com vontade de deixa-la, para poder viver uma experiência como a sua. Muito e interessante.
    Em breve estarei nesta área tmbm. Gosto muito. Parabéns por seu blog e continue seguindo seu caminho que estamos te acompanhado.
    Valeu abraços.

    • blogdabarba blogdabarba disse:

      Olá Wemerson, muito obrigado pelo comentário. Ficamos felizes em conseguir passar a experiência pelo Blog, esperamos te ver sempre por aqui. Abraços

  5. Gilberto Antonio da Silva disse:

    Muito legal essas barbearias de decoraçoes de época, gosto muito dese estilo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *